CAMINHENSES

Banhada pelo rio Minho, com vista para Espanha na outra margem, temos Caminha, uma vila que noutros tempos serviu de ponto estratégico de comércio e de defesa em tempos de guerra. Hoje é tudo muito mais calmo. Até há pouco tempo, o contacto com Espanha fazia-se muito através de um ferryboat que atravessava o rio Minho. Agora está desactivado. A vila de casas minhotas é, pois, sossegada e pode usufruir-se do alto dos seus montes de uma vista belíssima sobre o rio e a foz.
Aqui, em Caminha, encontramos algumas especialidades doceiras como os Caminhenses. É uma criação da antiga pastelaria Docelândia, que durante décadas fez parte da vila. Agora, com nova gerência, espaço modernizado, mantém no edifício e em alguns objectos alguma lembrança da pastelaria de antigamente. O nome também mudou: chama-se agora Petinga Doce. Mas se perguntar na rua pela Docelândia é provável que lhe saibam dizer onde fica.
···
Washed by river Minho with a view to Spain on the other shore there lies Caminha, a town that in olden days was a strategic point of commerce and defense in times of war. Today everything is much more calm. Until recently, the contact with Spain was made by a ferryboat that crossed the river Minho. Now it is deactivated. This town with its typical houses is, thus, quiet and one can enjoy the view from the top of its hills in order to see the beauties of the river and its estuary.
Here in Caminha we find some confectionery specialties like the Caminhenses. It is a creation of the former pastry shop Docelândia, which was part of the town for decades. Now, with a new management and modernized look, it keeps in the building and in some objects some memories of the old shop. The name has also changed: it is now called Petinga Doce. But if you ask anybody on the street where Docelândia is, it is probable that people can tell you.

PUBLICIDADE

2017-03-08T14:35:25+00:0023 Abril, 2015|Categories: Caminha|Tags: , |