MANJAR-BRANCO

2019-10-08T17:02:46+01:008 Outubro, 2019|Categories: Coimbra|Tags: , , |

O manjar-branco típico de Coimbra conta-nos séculos de história, desde a Idade Média, na alta cozinha europeia. Por cá, a receita constava nos livros de cozinha da nobreza e fazia parte, também, do receituário conventual. Os ingredientes têm em comum a cor branca: leite, farinha de arroz, açúcar branco e carne de galinha ou frango. [...]

TIGELADA

2019-07-08T10:37:56+01:008 Julho, 2019|Categories: Oliveira do Hospital|Tags: , , |

No concelho de Oliveira do Hospital, encontramos uma tigelada típica do centro do país. As gerações mais antigas usavam potes de barro, mais altos e largos do que as formas de tigeladas da zona de Abrantes, por exemplo. Mas no restaurante Varandas Verdes, em Oliveira do Hospital, dá mais jeito apresentar a tigelada da terra [...]

MANJAR-BRANCO

2019-04-09T18:22:11+01:009 Abril, 2019|Categories: Portalegre|Tags: , , |

Quem sabe alguma coisa sobre doçaria conventual portuguesa, conhece as irmãs Cardoso, Judite e Laurinda, de Portalegre. Graças ao seu conhecimento culinário e a muitos anos de confecção, é possível hoje reconstruirmos uma história de doces conventuais, atravessando algumas gerações, que liga os conventos da cidade, noutros tempos idos, às actuais doceiras, mais novas, como [...]

FILHOSES

2019-03-04T15:47:30+01:004 Março, 2019|Categories: Loulé|Tags: , |

Filhós ou filhoses, como se quiser, são doces fritos muito típicos do Carnaval (mas não só). Não se pense, no entanto, que só em Portugal se comem filhoses. Recentemente, estive em passeio pelo norte de Itália e constatei isso mesmo: por ali chamam-lhes “bugie di carnevale”, que significa “mentiras de Carnaval”. Na verdade, faz-se algo [...]

VIÚVAS

2019-01-14T15:46:39+01:0014 Janeiro, 2019|Categories: Braga|Tags: , , , , |

Sabe-se que este doce fechado em trouxinha terá sido confeccionado no Convento dos Remédios, em Braga. Nos livros de despesa do Mosteiro de Tibães, desde o início do séc. XVIII, existe menção à compra de “pastéis dos Remédios”, ou simplesmente “pastéis”, que seria este doce feito no Convento dos Remédios e que os monges de [...]

QUEIJADAS DE URTIGA

2018-06-27T21:13:31+01:0011 Junho, 2018|Categories: Fornos de Algodres|Tags: , |

A urtiga é certamente mais conhecida por picar e arranhar os incautos. E não passará pela cabeça da maioria dos portugueses que se pode comê-la, quanto mais que é saborosa. Porém, as gentes de Fornos de Algodres conhecem bem a planta e têm vindo a reconhecer as suas propriedades alimentares e utilizações culinárias. Aliás, aqui [...]

QUEIJADAS DA VILA

2017-05-19T20:32:17+01:0019 Maio, 2017|Categories: Vila Franca do Campo|Tags: , , |

O mais antigo produtor das famosas Queijadas de Vila Franca do Campo é a família Câmara, embora haja outros doceiros nesta vila micaelense que também fazem o doce há muito tempo. Diz-se que a receita é conventual, mas não há certezas. Certo é que o leite usado vem directamente das formosas vaquinhas que por ali pastam. Uma maravilha. [...]

RABANADAS

2018-12-17T11:43:35+01:0016 Dezembro, 2016|Categories: Ponte da Barca|Tags: , , , |

Doce de Natal por excelência, as rabanadas estão presentes de diferentes formas nas mesas dos portugueses desde há muitos séculos. O pão é embebido em leite (ou em vinho, também se admite), passa-se por ovo batido, e depois as possibilidades são várias: pode-se fritar, cozer em calda de açúcar, ou mesmo assar no forno. Em Ponte [...]

TIGELADA

2017-03-08T13:58:07+01:0025 Março, 2016|Categories: Ferreira de Zêzere|Tags: , |

Fomos a Ferreira do Zêzere em dia de festa. As ruas e a praça central encheram-se de gente e, por momentos, pensámos ter recuado ao Portugal dos anos 30. Mas não foi a curiosidade dos trajes que nos levou lá, foi a VII.ª Amostra da Tigelada. Em qualquer banca da feira e estabelecimento da Vila [...]

SERICAIA

2017-03-08T14:01:35+01:004 Março, 2016|Categories: Elvas|Tags: , , , |

Em Elvas, é costume servir-se Sericaia com ameixa, que é tipicamente preparada em calda por meios artesanais. Terá sido já no séc. XX que, em Elvas, se juntou a Sericaia à ameixa, mas a Sericaia em si é muito mais antiga. Há registos da sua existência nos conventos de Elvas desde o séc. XVI, e [...]

CALÂMBRIAS

2017-03-08T14:05:15+01:0012 Fevereiro, 2016|Categories: Vale de Cambra|Tags: , , , |

Em 2011, a Câmara Municipal de Vale de Cambra lançou o repto aos produtores locais de que apresentassem um doce com ingredientes como a castanha de São Pedro de Castelões, o mel e o requeijão. Este último produto não é produzido em Vale de Cambra, mas como há uma forte ligação deste concelho à indústria [...]