MONTEJUNTOS

2018-09-11T10:29:28+00:0010 Setembro, 2018|Categories: Cadaval|Tags: , , |

O pequeno docinho que fomos provar ao Cadaval não tinha, à partida, nada de outro mundo. Massa filo, doce de ovos e amêndoa, enfim, tudo aquilo que já conhecemos. Há só um detalhe especial: é muito bem feito. Foi criado há poucos anos, com a Serra de Montejunto a inspirar a receita. Experimentando de uma [...]

DOÇARIA DE VILA DO CONDE

2018-08-27T12:21:25+00:0027 Agosto, 2018|Categories: Vila do Conde|Tags: , , , |

A presença imponente do edifício do Mosteiro de Santa Clara, em Vila de Conde, não deixa esquecer o passado de riqueza e poder das freiras que ali viveram, e que se julga terem sido grandes doceiras. Embora não haja registo das receitas que faziam, sabemos por exemplo que os frades do Mosteiro de Tibães, em [...]

MORGADO

2018-08-13T12:15:37+00:0013 Agosto, 2018|Categories: Silves|Tags: , , , |

No Algarve, é frequente encontrarmos vários morgados, embora a base não mude: massa de amêndoa, fios de ovos, doce de ovos e chila. A versão mais comum é apresentada em formato individual, a que por vezes os locais chamam morgadinhos. Em Silves, na aldeia de Algoz, Encarnação Gonçalves confecciona morgados de excelência, em tamanho grande [...]

BRISAS DO LIS

2018-08-13T12:02:58+00:006 Agosto, 2018|Categories: Leiria|Tags: , , |

Os doces de tipo conventual (chamemos assim, para não confundir com doces que foram comprovadamente feitos em conventos) usam quase em exclusivo os três suspeitos do costume: açúcar, amêndoa e gema de ovo. É o caso da brisa do Lis. Mas desengane-se quem acha que é um doce simples de fazer. É preciso pontos de [...]

DOCE DOS ANJOS

2018-07-26T16:01:43+00:0030 Julho, 2018|Categories: Chaves|Tags: , , , , |

Em Chaves existe uma versão das barrigas de freira, doce habitualmente tomado como conventual, que adiciona o sabor de laranja, embora a base seja a mesma: miolo de pão, amêndoa moída, gemas de ovo, açúcar em ponto e canela. Chamam-lhe doce dos anjos e está disponível na loja flaviense Licores Mais Doces, na Praça do Brasil. Uma vez [...]

ROCHEDOS

2018-07-16T11:04:34+00:0016 Julho, 2018|Categories: Alfândega da Fé|Tags: , |

Basta olhar para este doce e percebe-se a perfeita adequação do nome que lhe deram: rochedo. Quais formações rochosas, o doce tem fendas, irregularidades, pedaços que ameaçam desmoronar-se, enfim, uma delícia estrutural feita de amêndoa, claras de ovo e açúcar. Os rochedos estão ligados a outro doce de Alfândega da Fé, o barquinho. É que [...]

TORRÃO REAL

2018-04-23T11:37:14+00:0023 Abril, 2018|Categories: Portalegre|Tags: , , |

Portalegre pode orgulhar-se da doçaria conventual que herdou: a lampreia, o toucinho-do-céu e os rebuçados de ovos, para referir apenas alguns dos doces mais conhecidos. A actividade doceira manteve-se firme na tradição e os doces foram passando para as novas gerações de produtores e consumidores. Assim se criam memórias, sem as quais perderíamos tanto das [...]

BOAS ESPOSAS E BONS MARIDOS

2018-03-19T11:25:47+00:0019 Março, 2018|Categories: Ferreira de Zêzere|Tags: , , |

Em Ferreira do Zêzere, um par de doces surpreende-nos com nomes incomuns: as boas esposas e os bons maridos. Fazem-se na pastelaria Pérola do Zêzere. Aqui, vários produtos são de marca própria: o café, a cerveja artesanal, os licores, as compotas, entre outros. Tudo é feito com primor e cuidado. É mais uma excelente desculpa para [...]

PASTÉIS DE AL-MADAN

2018-03-12T12:15:26+00:0012 Março, 2018|Categories: Almada|Tags: , , , , , |

Na longa Avenida D. Afonso Henriques, em Almada, situa-se a Pastelaria Meltejo, principal casa do pastel de Al-Madan. Há vários recheios à escolha, além do clássico doce de ovos e amêndoa: noz e canela, chila, maçã, chocolate e chocolate com banana. “Os nossos clientes foram-nos pedindo”, explica João Paulo Ribeiro, criador do doce, por isso [...]

ESPECIALIDADES CLAUSTRAIS

2018-03-05T12:37:09+00:005 Março, 2018|Categories: Santo Tirso|Tags: , , |

Um dos raros casos de doces conventuais ainda hoje confeccionados por freiras tem lugar no Mosteiro de Santa Escolástica, em Roriz, concelho de Santo Tirso. São as especialidades claustrais, um sortido de bolachas que ali se começou a fazer em meados do séc. XX. O processo de confecção mantém-se manual, bolacha a bolacha, incluindo a [...]

PORQUINHO DE BEJA

2017-12-15T12:02:39+00:0015 Dezembro, 2017|Categories: Beja|Tags: , , |

A emblemática casa Luiz da Rocha, em Beja, continua a produzir este pitoresco doce. O cenário completo apresenta uma porca deitada, pequenos porquinhos e uma tacinha com bolotas. Tudo moldado com uma massa de tipo maçapão com cacau. ··· The iconic establishment Luiz da Rocha, in Beja, still produces this unusual sweet. The whole scene [...]