CHOURIÇA DOCE

2018-11-05T12:53:07+00:005 Novembro, 2018|Categories: Alfândega da Fé|Tags: , , , |

Visitei Alfândega da Fé para conhecer a senhora Lurdes Ferreira e a sua produção de chouriça doce. Trata-se de um doce conhecido em muitos lugares transmontanos, feito com vários ingredientes, entre os quais se destaca o sangue de porco. A explicação é simples, dado que o doce se enquadra no contexto da matança do porco [...]

VOUGUINHAS

2018-09-24T12:25:13+00:0024 Setembro, 2018|Categories: São Pedro do Sul|Tags: , , |

A receita dos vouguinhas está na família de Cristina Pinto, de São Pedro do Sul, desde o tempo da sua avó. Nessa altura, o doce nem tinha nome. Possivelmente, a avó de Cristina conheceu a receita num tal Hotel Lisboa, que ali havia na localidade e onde trabalhava nos Invernos. Depois, no estabelecimento próprio que [...]

MONTEJUNTOS

2018-09-11T10:29:28+00:0010 Setembro, 2018|Categories: Cadaval|Tags: , , |

O pequeno docinho que fomos provar ao Cadaval não tinha, à partida, nada de outro mundo. Massa filo, doce de ovos e amêndoa, enfim, tudo aquilo que já conhecemos. Há só um detalhe especial: é muito bem feito. Foi criado há poucos anos, com a Serra de Montejunto a inspirar a receita. Experimentando de uma [...]

DOÇARIA DE VILA DO CONDE

2018-08-27T12:21:25+00:0027 Agosto, 2018|Categories: Vila do Conde|Tags: , , , |

A presença imponente do edifício do Mosteiro de Santa Clara, em Vila de Conde, não deixa esquecer o passado de riqueza e poder das freiras que ali viveram, e que se julga terem sido grandes doceiras. Embora não haja registo das receitas que faziam, sabemos por exemplo que os frades do Mosteiro de Tibães, em [...]

MORGADO

2018-08-13T12:15:37+00:0013 Agosto, 2018|Categories: Silves|Tags: , , , |

No Algarve, é frequente encontrarmos vários morgados, embora a base não mude: massa de amêndoa, fios de ovos, doce de ovos e chila. A versão mais comum é apresentada em formato individual, a que por vezes os locais chamam morgadinhos. Em Silves, na aldeia de Algoz, Encarnação Gonçalves confecciona morgados de excelência, em tamanho grande [...]

BRISAS DO LIS

2018-08-13T12:02:58+00:006 Agosto, 2018|Categories: Leiria|Tags: , , |

Os doces de tipo conventual (chamemos assim, para não confundir com doces que foram comprovadamente feitos em conventos) usam quase em exclusivo os três suspeitos do costume: açúcar, amêndoa e gema de ovo. É o caso da brisa do Lis. Mas desengane-se quem acha que é um doce simples de fazer. É preciso pontos de [...]

DOCE DOS ANJOS

2018-07-26T16:01:43+00:0030 Julho, 2018|Categories: Chaves|Tags: , , , , |

Em Chaves existe uma versão das barrigas de freira, doce habitualmente tomado como conventual, que adiciona o sabor de laranja, embora a base seja a mesma: miolo de pão, amêndoa moída, gemas de ovo, açúcar em ponto e canela. Chamam-lhe doce dos anjos e está disponível na loja flaviense Licores Mais Doces, na Praça do Brasil. Uma vez [...]

ROCHEDOS

2018-07-16T11:04:34+00:0016 Julho, 2018|Categories: Alfândega da Fé|Tags: , |

Basta olhar para este doce e percebe-se a perfeita adequação do nome que lhe deram: rochedo. Quais formações rochosas, o doce tem fendas, irregularidades, pedaços que ameaçam desmoronar-se, enfim, uma delícia estrutural feita de amêndoa, claras de ovo e açúcar. Os rochedos estão ligados a outro doce de Alfândega da Fé, o barquinho. É que [...]

TORRÃO REAL

2018-04-23T11:37:14+00:0023 Abril, 2018|Categories: Portalegre|Tags: , , |

Portalegre pode orgulhar-se da doçaria conventual que herdou: a lampreia, o toucinho-do-céu e os rebuçados de ovos, para referir apenas alguns dos doces mais conhecidos. A actividade doceira manteve-se firme na tradição e os doces foram passando para as novas gerações de produtores e consumidores. Assim se criam memórias, sem as quais perderíamos tanto das [...]

BOAS ESPOSAS E BONS MARIDOS

2018-03-19T11:25:47+00:0019 Março, 2018|Categories: Ferreira de Zêzere|Tags: , , |

Em Ferreira do Zêzere, um par de doces surpreende-nos com nomes incomuns: as boas esposas e os bons maridos. Fazem-se na pastelaria Pérola do Zêzere. Aqui, vários produtos são de marca própria: o café, a cerveja artesanal, os licores, as compotas, entre outros. Tudo é feito com primor e cuidado. É mais uma excelente desculpa para [...]