FERRADURA

Numa terra de touros e cavalos, que há 50 anos não tinha sequer uma pastelaria, nasceu esta gulosa ferradura, da autoria de Amândio Campos. Persistente e apaixonado pela profissão, tornou o doce uma tradição da Moita, procurado pela geração saudosa de outros tempos e, agora, pelos mais jovens. 

Não admira que a ferradura continue a atrair quem a conhece: Amândio Campos anda nisto desde os 15 anos de idade e afirma que não escolheria fazer outra coisa. O doce de ovos é feito por si, tal como fazia desde o início, assim como a muito saborosa massa de brioche. E você, já provou a ferradura da Moita? Pegue no livro A Doçaria Portuguesa · Sul e passe pela pastelaria Fidalgo’s para descobri-la.

***

The delicious “ferradura” (horseshoe) was created by Amândio Campos in a land of horses and bulls, where 50 years ago there wasn’t even a single pastry shop. Being a persistent and dedicated pastry cook, he has turned this sweet into a Moita tradition, sought out by both the older and younger generations.

It’s not surprising at all that the ferradura keeps captivating those who know it, as Amândio Campos is in the business since he was 15 years old, and he wouldn’t choose any other profession. He still makes the egg cream like before, as well as the very tasty brioche dough. What about you? Have you tried Moita’s ferradura? Take the book A Doçaria Portuguesa · Sul with you and pay a visit to Fidalgo’s to discover it.

PUBLICIDADE

2018-06-27T20:51:40+00:0025 Junho, 2018|Categories: Moita|Tags: , |